Habilidades pessoais

Compartilhar em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Imagem: Ulrik Leone | Pixabay.

A traqueostomia é um espaço aberto no pescoço, região da garganta -traqueia- durante a internação hospitalar que tem como objetivo facilitar/possibilitar a respiração.

Em algumas situações o indivíduo vai para casa em uso desse dispositivo que requer alguns cuidados:

  1. Manter o local ao redor do dispositivo sempre limpo e seco para evitar infecção e observar caso a pele se torne vermelha ou com pus no local;
  2. Realizar a limpeza do curativo externo diária com uma gaze umedecida em soro ou água limpa e trocar sempre que umedecer;
  3. Durante a limpeza do local e a alimentação, manter a cabeceira sempre elevada – 30 graus- para evitar que liquido ou alimento sejam aspirados para o pulmão;
  4. Caso a pessoa não consiga fazer sua higiene sozinha, será necessário um aspirador de secreções. A pessoa responsável por esse cuidado deve ficar atenta a cor e aspecto da secreção afim de avisar a equipe de saúde a presença de secreção a qual não seja translúcida. Atentando para infecções;
  5. O dispositivo de traqueostomia deve estar sempre bem fixado com cordão afim de evitar a saída espontânea não intencional do dispositivo – se isso acontecer, serviços de urgência devem ser acionados SAMU. Este cordão de fixação deve ser trocado diariamente ou sempre que necessário.

Fonte: Reynaldo Gomes Oliveira. Blackbook – Enfermagem. Belo Horizonte. Blackbook editora, 2016.